Práticas recomendadas de atualização do Windows 7 para o Windows 10

  • Ambrose Warner
  • 0
  • 1873
  • 238

Como você já deve saber, a Microsoft encerrou o suporte ao Windows 7. Isso significa que as organizações não têm outra escolha a não ser pagar pelo Suporte Estendido do Windows 7 ou, finalmente, migrar para o Windows.

Infelizmente, escolher o suporte estendido é apenas uma solução temporária e também muito cara. Na verdade, fica ainda mais caro quanto mais você opta por continuar com essa solução. Além disso, isso só funcionará por mais 2 anos.

Assim, a atualização para o Windows 10 é e se tornará sua única solução em um determinado ponto.

Dito isso, compilamos uma lista das melhores práticas que você deve adotar ao migrar toda a sua empresa da plataforma Windows 7 para Windows 10

Quais são as melhores práticas que preciso seguir?

1. Realizar um inventário de hardware e software

Esta é provavelmente a parte mais importante do processo de migração. Basicamente, você faz um inventário de todos os computadores e hardware que sua empresa tem à disposição, bem como de todo o software que está instalado neles.

Como você deve saber, o Windows 10 tem requisitos de sistema diferentes e, como tal, alguns de seus equipamentos podem precisar de uma atualização, se não uma substituição total. Além disso, alguns dos softwares que você usa podem não funcionar no Windows 10, portanto, você precisará obter uma versão que possa ou substituir totalmente o software.

2. Crie um grupo de teste para a migração

Antes de passar por uma transição em toda a empresa, é uma boa ideia ter um grupo seleto de usuários que atuará como cobaias. Eles irão essencialmente começar a testar o desempenho do Windows 10 e como eles interagem com ele. 

Com base nessa experiência, você será capaz de determinar qual será o efeito em larga escala da migração.


Quer migrar para o Windows 10 facilmente? Confira esta ferramenta bacana!


3. Evite implantar o Windows 10 em grupos que estão no meio do projeto

Por causa dos motivos mencionados acima, implantar o Windows 10 em um grupo que está no meio de um projeto importante pode não ser a melhor ideia. Isso ocorre porque todos os dados podem ser perdidos se a implantação der errado.

4. Escolha a versão certa do Windows

Atualmente, existem três versões do Windows para os clientes escolherem:

  • O Programa Windows Insider (WIP)
    • Esta versão oferece aos usuários a oportunidade de serem os primeiros adaptadores dos recursos mais recentes que em algum momento serão usados ​​na versão principal.
  • O Canal de Manutenção de Longo Prazo (LTSC)
    • Esta versão é ótima para usuários com dispositivos que não mudam e têm funções fixas, como pontos de venda, quiosques, caixas de banco, etc..
  • O Canal Semestral (SAC)
    • Este é aquele cujo público-alvo são os computadores empresariais, projetados para os cenários mais comuns

5. Torne as coisas o mais simples possível

Um novo começo com um novo sistema operacional é a chance ideal para você mudar a maneira como as coisas são implantadas e gerenciadas em sua empresa.

Tente padronizar todos os aspectos desses recursos para que as coisas funcionem mais suavemente assim que a migração for concluída.

6. Escolha um método eficiente para realizar a migração

Atualmente, existem 4 métodos amplamente usados ​​ao considerar uma migração em toda a empresa:

  • Atualização do PC: 
    • Você opta por substituir todo o PC antigo e fornecer aos seus funcionários instalações limpas do Windows 10
  • Atualização no local:
    • Esse método também é popular, pois a Microsoft tornou as atualizações e migrações locais muito populares, especialmente quando se trata do Windows 10.
  • Re-imageamento: 
    • Você basicamente redefine a imagem para um estado bom, que foi testado e verificado adequadamente
  • Infraestrutura de desktop virtual (VDI): 
    • Do ponto de vista da padronização, este é de longe o método mais eficiente, já que você basicamente controla remotamente e garante que haja uma infraestrutura centralizada em que cada PC da empresa é modelado.
    • A única desvantagem desse método é que ele só é viável para usuários organizacionais que têm necessidades de aplicativos idênticas (praticamente todos os PCs são iguais)

Se você deseja atualizar para o Windows 10 gratuitamente, confira este excelente guia!


7. Aceitar UEM como uma necessidade fundamental

Assim que a migração for concluída, a manutenção é a próxima etapa importante. Você precisará, portanto, adotar um estilo moderno de gerenciamento de TI que aproveite o gerenciamento unificado de endpoint (UEM).

O UEM aumenta a segurança por meio do gerenciamento de configuração moderno de políticas de usuário e também lida com a implantação de aplicativos e gerencia as atividades de gerenciamento de patch do sistema operacional.

Isso permite melhor padronização e controle mais fluente sobre o que está acontecendo.

Conclusões

Agora que você terá que atualizar para o Windows 10, pelo menos você sabe exatamente quais são as práticas recomendadas para que sua transição ocorra sem problemas.

Não apenas sua empresa funcionará melhor com o Windows 10, como também administrá-lo deve ser muito mais fácil quando a atualização for concluída.

Você achou nosso conselho útil? Deixe-nos saber na seção de comentários abaixo.

ARTIGOS RELACIONADOS QUE VOCÊ DEVE VERIFICAR:

  • Como usar o Windows 7 para sempre e nunca atualizar para o Windows 10
  • Perguntas frequentes sobre a atualização do Windows 7 para o Windows 10: Aqui estão as respostas
  • Atualize do Windows 7 para o Windows 10 usando SCCM
  • windows 10
  • windows 7



Ainda sem comentários

Os artigos mais interessantes e úteis do mundo da tecnologia da informação
Dicas práticas, artigos mais recentes e notícias de última hora para melhorar sua vida tecnológica. Sinta-se como se fosse seu no mundo da tecnologia moderna