O Microsoft Edge oferece suporte ao Windows Defender Guard para melhor segurança

  • Peter Sutton
  • 0
  • 3917
  • 1270

Dados os ataques cibernéticos mais recentes iniciados recentemente através do navegador, a segurança é algo que está começando a preocupar muitas empresas que usam o navegador Edge. No Ignite, a Microsoft trouxe alguns aprimoramentos de segurança que deseja aplicar a muitos de seus produtos, incluindo o Edge. O maior foi a adição do Proteção de aplicativo do Windows Defender para quem usa o Windows 10 Enterprise a partir do próximo ano, um acréscimo que ajudará a tornar o Edge uma ferramenta mais segura para os negócios.

Com este modo habilitado, o navegador poderá proteger as empresas de ataques avançados pela internet para se infiltrar em dispositivos e redes, tornando a experiência de navegação mais segura e fácil para os clientes. O software é baseado em tecnologia de segurança de virtualização e conta com contêineres isolados. Estes últimos são integrados diretamente nos componentes de hardware para evitar que qualquer código malicioso migre de um dispositivo de funcionário para outro e acesse a rede corporativa.

Entre outras melhorias de segurança que a empresa anunciou, também pudemos ver a Proteção Avançada contra Ameaças do Windows Defender (WDATP) e o ATP do Office 365 ganharem a capacidade de compartilhar informações mutuamente entre seus serviços, ajudando os profissionais de TI a investigar problemas mais rapidamente e responder mais rapidamente às ameaças de segurança que vêm através do Windows 10 ou Office 365.

A ferramenta de proteção avançada contra ameaças do Office 365 será estendida para OneDrive for Business, SharePoint Online, Excel, Word e PowerPoint e verá alguns aprimoramentos: detonação de URL, que verifica links em tempo real para identificar uma URL maliciosa, e entrega dinâmica - você recebe um e-mail com um anexo de substituição enquanto o anexo real é verificado em busca de malware. Ele também alertará e informará sobre a origem de certos ataques e permitirá que você execute certas ações dinâmicas dependendo da natureza da ameaça.

HISTÓRIAS RELACIONADAS PARA VERIFICAR:

  • O ransomware Zepto está de volta, o Windows Defender não pode bloqueá-lo
  • Cerber ransomware ataca novamente, o Windows Defender está indefeso
  • As empresas ainda contam com o Windows Server 2003 com o Windows Server 2016 batendo na porta
  • Cíber segurança
  • Problemas do Microsoft Edge



Ainda sem comentários

Os artigos mais interessantes e úteis do mundo da tecnologia da informação
Dicas práticas, artigos mais recentes e notícias de última hora para melhorar sua vida tecnológica. Sinta-se como se fosse seu no mundo da tecnologia moderna